Paralisia do sono: 9 Relatos de ataques sobrenaturais na hora do sono

paralisia do sono, shadow people, entidades, demônios, terror, fantasmas
A paralisia do sono é uma condição caracterizada por uma paralisia temporária do corpo imediatamente após o despertar ou, com menos frequência, imediatamente antes de adormecer. Casos desse tipo não são incomuns, e ocorrem com pessoas do mundo todo, o que inclusive se tornou tema de estudo da medicina do sono. Apesar de a ciência ter dado algumas possíveis explicações científicas para sua ocorrência, existem algumas pessoas que alegam existir também uma fonte mais sinistra para sua ocorrência.

Desde a antiguidade agentes sobrenaturais têm sido culpados como os possíveis causadores da paralisia, aproveitando-se do momento de despreparo para atacar suas vítimas. Seja um fenômeno real ou apenas alucinação, diversas testemunhas afirmam terem vivenciado episódios perturbadores e aterrorizantes de paralisia do sono, onde supostamente se encontraram com pessoas-sombra (Shadow People), demônios e outras entidades bizarras. Os relatos a seguir são exemplos desses casos:


09. O Homem-sombra
paralisia do sono, shadow people, entidades, demônios, terror, fantasmas
KJ Film production via youtube
Eu tenho visto essa pessoa das sombras desde que eu era pequena. Comecei a vê-lo na minha antiga casa em Ohio. Ele é alto e todo preto, com olhos vermelhos; ele costuma me observar enquanto durmo. Algumas noites eu acordei e não conseguia me mover e eu o via. Mudei para a Flórida e parei de vê-lo, até uma semana atrás. Eu o vi no canto do meu quarto, mas achei que havia sido apenas minha imaginação. Naquela noite, tive um sonho terrível com esse homem-sombra me matando. No entanto, o sonho ocorreu na minha antiga casa. Acordei e vi ele de pé, nos pés da minha cama. Não sabendo o que fazer, comecei a procurar coisas para tentar encontrar uma explicação plausível. Alguns disseram que era apenas uma pessoa das sombras, outros disseram que é um demônio. Estou preocupada quanto ao que poderia ser. Ele já jogou coisas em mim antes, mas nunca passou disso.

Tive muito mais mudanças de humor e também tive muitos ataques de ansiedade. Na noite passada, minha amiga ficou até tarde e acabou pousando em casa; como eu não durmo muito, eu estava acordada e eu o vi de novo. Três segundos depois, minha amiga saltou de seu sono e veio atrás de mim. Ela nunca fez isso antes. Alguém sabe o que poderia estar acontecendo? Estou muito preocupada com o que pode estar acontecendo. Eu ouvi de meu amigo pagão que, por causa do meu passado e da instabilidade da minha família e de minha infância, essa coisa se alimenta do meu sofrimento. Eu tive uma infância difícil. Minha mãe tentou me abandonar várias vezes e ela também me expulsou muitas vezes. Ela também tentou me matar. Não tenho certeza se o meu passado pode ter desencadeado essa coisa ou não, mas eu preciso de ajuda.

alone1303 - Estados Unidos



08. A noite do homem-sombra
Certa noite, já era bem tarde quando me retirei para o sofá. Eu fui dormir e abri a janela para poder usar o circulador de ar. A luz da rua iluminou a sala com uma luz laranja suave. Eu sempre mantenho minha pistola próxima quando eu estou dormindo e esta noite não foi exceção. Eu tinha o meu S & W 40 com luz de led sobre a mesinha ao lado do sofá.

Por volta das 3 da manhã, eu acordei de um tremendo sono e acendi um cigarro. Depois de terminar meu pito, me deitei de lado, encarando as costas do sofá. Comecei a ser preenchido por uma inquietante sensação de que outra pessoa estava na sala comigo. Eu rolei nas minhas costas e, de repente, olhei para a janela e a coisa mais estranha aconteceu.

Fiquei paralisado e a janela se distorceu e, enquanto desviava o olhar da janela em direção à porta, eu vi uma figura sombria agachada no final do sofá, na direção dos meus pés. Fui pegar minha pistola, mas não consegui me mexer. A sombra então se levantou e, em uma posição encurvada, começou a caminhar em minha direção. Caminhou entre o sofá e a mesa e, quando chegou perto de minha cabeça, virou-se e inclinou-se, colocando o seu rosto à uns 5 centímetros do meu. Senti que estava drenando a vida do meu corpo.
Depois de alguns segundos que pareceram durar uma eternidade, a coisa desapareceu no ar e eu pude me mover imediatamente. Peguei minha pistola, acendi a luz e fiz uma busca minuciosa pelo quarto, mesmo que eu pudesse ver tudo com a luz da rua. Não havia nada. Fiquei muito doente durante os próximos três dias.

Minha irmã se casou no dia seguinte e o Pastor de sua igreja pôde dizer que algo estava me preocupando e quando ele me perguntou qual era o problema, eu expliquei isso para ele e ele rezou por mim e colocou algum tipo de óleo em minha cabeça. Desde aquele dia não fui o mesmo. É algo que espero nunca mais encontrar.

RandyKnapp - Estados Unidos



07. Aquilo me beliscou
Eu sofri de paralisia do sono quando eu ainda estava na faculdade. No meu sonho, via uma mulher branca sem rosto se aproximando em um movimento em ziguezague. Isso me deixou totalmente apavorado, já que eu estava completamente ciente de que estava apenas sonhando, mas não conseguia mover meu corpo nem abrir meus olhos. Quando ela estava a poucos passos de distância de mim, reuni todas as minhas forças e tentei mexer meu pé direito, e depois fiquei completamente acordado, mas tão exausto que parecia que havia acabado de correr uma maratona.
Depois desse pesadelo, eu pesquisei sobre isso na internet e descobri que a paralisia do sono pode realmente acontecer quando você está estressado ou cansado. É verdade que foram os dias em que eu terminava minha tese do Estudo de Viabilidade, mal dormi ou descansei. Acabei concluindo que foi tudo devido à minha condição de estresse, então eu não fiz alarde sobre isso e nem me incomodei em contar à ninguém. Eu apenas me certifiquei de sempre rezar antes de dormir, não importando o quão cansado eu estivesse.

Eu não tive mais paralisia do sono desde aquela noite, pensei que seria o meu primeiro e último episódio. Mas, recentemente, aconteceu novamente. Uma noite de tempestade, eu estava tendo dificuldades para dormir porque meu primo que estava dormindo no colchão de espuma ao lado da minha cama ficava se mexendo por causa da dor no estômago. Então eu disse a ele para dormir (seu estômago fica zoado sempre que ele bebe café), porque nós dois tínhamos que acordar cedo. Depois de me revirar em minha cama encontrando a posição de dormir mais confortável, eu adormeci e sonhei com coisas aleatórias como sair de férias com meus amigos. Isso até que meus bons sonhos foram interrompidos por essa criatura desconhecida. Foi tão repentino, como se você estivesse assistindo seu programa favorito e então alguém mudasse o canal para um filme de terror.
Neste pesadelo, uma criatura humanoide estava em cima de mim. A pele dessa criatura era acinzentada com um leve tom esverdeado; não consegui ver claramente o seu rosto, mas possuía poucos cabelos encaracolados e molhados e grandes orelhas de elfo. Era pequena, como um garoto de 5 anos com membros longos e finos. A criatura beliscou minha bochecha esquerda, realmente não me machucou... na verdade me senti irritado, então, de repente, a coisa agarrou meu braço esquerdo que estava descansando no topo do meu peito e, naquele momento, aquilo me assustou; eu forçadamente puxei meu braço e gritei "NÃOOO!" então aquilo foi embora e eu acordei.

Depois de acordar, ainda podia sentir o beliscão em minha bochecha e apertão no meu braço. Eu não estava realmente assustado já que eu acreditava que era apenas outro episódio da minha paralisia do sono, então eu apenas rezei e voltei a dormir.

Quando eu estava prestes a sair do meu quarto naquela manhã, meu primo me disse que ele só foi conseguir dormir por volta das 4 da manhã. Perguntei-lhe se ele me ouviu gritando, e ele disse que sim. Ele estava completamente acordado ainda sofrendo de dor de estômago enquanto eu estava tendo um pesadelo. Ele me disse que ficou chocado depois de me ouvir, e quando ele estava prestes a verificar se eu estava bem, ele viu uma sombra se movendo pela nossa janela, que desapareceu rapidamente. (Nossa janela é coberta com barras de metal e tela para que ninguém possa realmente entrar no nosso quarto por ela). Eu disse que era completamente impossível, pois nosso quarto fica no segundo andar, sem chance de alguém passar pelo nível da janela. Mas ele continuou insistindo que viu claramente, ele até descreveu que o movimento da sombra era como quando alguém é pego e depois tenta fugir o mais rápido possível. Ao saber sobre isso, eu contei a ele o que vi no meu sonho. Nós dois acreditamos que a sombra e o meu sonho estão conectados.

Hermit - Filipinas



06. O Monstrinho peludo
paralisia do sono, shadow people, entidades, demônios, terror, fantasmas
Editado de kiss and tell/imgur
Meu pai é pastor, então estamos sempre nos mudando para diferentes províncias por causa do ministério de meu pai. O último lugar em que nos mudamos foi neste antigo edifício das Ferrovias Nacionais das Filipinas (construído durante o período colonial espanhol em 1892). Eu tinha 8 anos naquela época. O local ficou abandonado por muitos anos, então o co-pastor de meu pai viveu aqui e fez deste edifício uma igreja poucos anos antes de nos mudarmos pra cá. Haviam dois pastores que moravam aqui antes de nós.

Como filha de um pastor, fantasmas e demônios não são novidade para mim. Eu sei que eles são reais porque estão na Bíblia, e meus pais tiveram experiências pessoais com eles. Então, essa história é minha própria experiência pessoal.

Aconteceu quando eu tinha 11 ou 12 anos de idade. Meus irmãos e eu temos um quarto separado de meus pais; cada um de nós em suas camas separadas. Era cerca de 2 ou 3 da manhã e eu tive dificuldade para dormir. Era dezembro, então a temperatura estava naturalmente fria, então tivemos que colocar casacos. Coloquei minhas mãos para cima (nos lados da minha cabeça) enquanto estava deitada na minha cama com os olhos fechados, quando de repente algo muito pesado caiu no meu peito. Muito chocada, abri os olhos e o medo de repente envolveu todo o meu corpo quando vi o que era.

Era pequeno (provavelmente do tamanho de uma régua para a altura e meia régua para sua largura) com pelos pretos por todo o corpo. Mesmo que as luzes estivessem desligadas, eu podia ver essa criatura porque seu pelo era muito brilhante. Não vi o rosto dele, mas vi os braços erguidos como se estivesse pronto para me estrangular. Estava sentado em meu peito como se montasse um cavalo, cara a cara comigo.

Apesar de seu tamanho pequeno, era definitivamente pesado. Eu mal conseguia respirar. Eu não movi um músculo, eu apenas encarei essa criatura; embora eu não conseguisse ver seu rosto, eu sabia que estava olhando para mim. Eu não podia fazer uma oração porque eu nem conseguia mover meus lábios. Então eu rezei mentalmente e repreendi essa criatura (eu sabia que era um demônio) em nome de Jesus. E de repente desapareceu, bem como a sensação pesada em meu peito.

Na parte da manhã, contei essa história para minha família e oramos juntos.

Desde que nos mudamos para esta casa, tivemos muitas experiências paranormais. Mas na minha família, sou a que mais tem experiências paranormais dentro desta casa. Definitivamente vou compartilhar essas histórias com vocês, pessoal, na próxima vez. Obrigado por ler!

Bela_10 - Filipinas



05. Respiração pesada vinda do armário
paralisia do sono, shadow people, entidades, demônios, terror, fantasmas
Imagem por Brendon Rechten, editado/erentales
Este é o segundo evento paranormal de que eu posso me recordar claramente. O namorado motociclista da minha mãe nos expulsou de casa; minha mãe, irmã, irmão e eu fomos obrigados a viver em um abrigo para mulheres que sofreram abuso doméstico. Não vou entrar nesse detalhes, mas ele espancou a mim e minha mãe.

Mamãe pesquisou e encontrou uma casa para alugar; nós ficamos tão felizes em sair desse lugar horrível. Nós nos mudamos e não estávamos na casa por nem mesmo 6 meses quando chegou meu 12º aniversário.
Nunca fui popular na escola e não tinha muitos amigos, apenas seguia em frente. De qualquer forma, tive um aniversário quieto, mas fiquei tão feliz porque mamãe me comprou um CD Player com um cassete duplo e meu avô me comprou uma pequena televisão. (Eu estava tão feliz e me senti muito mimada).

Depois que todos haviam ido para casa depois do almoço, entrei em meu quarto e fechei a porta com entusiasmo, pois esses presentes eram o que eu queria. Eu rapidamente sintonizei a TV analógica e fiz isso apenas por luz e ruído; entretando, minha principal missão era gravar músicas do rádio, pois o cassete 1 podia gravar na reprodução lenta e fiquei gravando horas de música com muita alegria.

Escureceu rapidamente. Acho que porque estava tão absorta no que estava fazendo, não percebi que estava deitada no topo da minha cama em completa escuridão. Eu estava deitada olhando as lindas luzes do meu novo aparelho de som quando, de repente, senti como se um relâmpago passasse por mim! Começou da minha cabeça e foi até os dedos do pé. Quando aconteceu, eu via um branco brilhante quando meus olhos estavam fechados. O som era tão alto que pensei que um raio havia atingido a linha próxima da parte de trás de casa.

Fiquei deitada em choque por algum tempo, então de repente eu fiquei calma. Eu rolei para o lado e fechei meus olhos, me convencendo de ter imaginado coisas.

O tocador de fitas que eu estava ouvindo tinha uma coisa. Uma vez que chegasse ao final da fita, faria dois cliques altos e depois trocaria para o outro lado. Ouvi os cliques, mas minha música não continuou. Pensei que talvez fosse porque eu coloquei uma cassete muito antiga e o tocador havia mastigado a fita antes de começar a gravar. Eu estava prestes a me levantar para ver se estava mastigando minha fita quando eu escutei!

Eu congelei de medo, foi o pior terror que eu já senti. Eu podia ouvir alguém no meu quarto, soava como se viesse do meu armário embutido e ele estava respirando como se estivesse no estágio terminal de um câncer pulmonar.
Eu congelei e não conseguia me mover. Eu estava tão assustada. Parecia estar bem abaixo, no nível do chão; eu sabia disso pois a coisa rastejou até a minha orelha e expirou de uma forma apavorante. Eu pensei que ia morrer, mas, de repente, eu consegui pular para cima, liguei a TV, a luz do quarto e rodei o quarto rapidamente, mas não vi ninguém.
Eu fiquei sentada chorando a noite inteira depois disso e levou anos para conseguir dormir com a luz apagada. Então tive outro encontro... Mas essa é outra história.

terranigma - Austrália



04. A Velha de branco
Meu nome é Deepak e tenho 22 anos agora. Moro em uma pequena cidade na Índia. Quando eu tinha 12 anos, nossa família mudou-se para outra casa; era uma casa antiga, mas nada de errado. As coisas foram ótimas nas primeiras semanas. Mas uma noite, enquanto dormia, acordei de repente e vi uma mulher velha vestida de branco na minha frente e ela estava olhando para mim. Eu fiquei apavorado com medo de morrer. De repente, percebi que não podia me mover e que havia perdido minha voz. Chorei silenciosamente e não me lembro do que aconteceu depois, só lembro de acordar pela manhã. Eu queria contar aos meus pais sobre isso, mas não o fiz.

Outra noite,—depois de alguns dias— enquanto todos dormíamos, exceto meu pai, que estava assistindo televisão, o ventilador do teto caiu em meu peito. Eu simplesmente não suportei a dor e comecei a chorar como se fosse o inferno. Meus pais ficaram preocupados comigo e me levaram ao médico. Naquele momento, quando voltamos e todos dormimos, tive essa sensação assustadora de que estava sendo observado. Tirei o cobertor do meu rosto e pude ver aquela velha no teto. Desta vez, ela estava rindo de mim e fazendo sons muito altos. A coisa estranha é que quando a vejo, não consigo mover nenhuma parte do meu corpo e tampouco falar. Eu sei que eu era uma criança quando isso aconteceu, mas isso não foi imaginação. Eu contei à minha mãe sobre o que aconteceu comigo e ela disse que ela também experienciou algo parecido.

Não sei como tudo isso parou de acontecer comigo, mas parou.

Também li em algum lugar que a paralisia do sono pode ser a causa da condição em que não podemos nos mover ou falar e que quando nos sentimos tensos, nós imaginamos coisas de que temos medo. Entretanto não sei se isso se aplica à mim.

A velha foi apenas minha imaginação ou um fantasma?

Se vocês também vivenciaram alguma coisa assim, compartilhem.
Deepak22 - Índia



03. Entidade na Rue Ducharme
Essas experiências estranhas mas verdadeiras aconteceram comigo durante o inverno de 2001, quando morava em um apartamento triplex na Rue Ducharme em Hull, Quebec, Canadá.

Todas as noites por volta da 1:00 da manhã costumava ouvir o som dos móveis se movendo acima do meu apartamento. Meu apartamento estava localizado no segundo andar do meu prédio e não haviam inquilinos vivendo acima de mim. Eu falei com meus vizinhos sobre os ruídos noturnos que eu estava ouvindo, pensando que eles tinham acesso ao telhado e possivelmente estavam movendo algo por lá. Eles me garantiram que não era nenhum deles e me disseram que ambos pensavam que eu era a pessoa que estava reorganizando o mobiliário todas as noites. Nós procuramos impressões de pés na neve ao redor do prédio e na cobertura, mas não encontramos absolutamente nada. Nunca encontramos uma explicação para o que estava provocando os ruídos noturnos. Alguns dias depois, as coisas tomarim um rumo muito estranho.

Numa manhã de inverno, eu havia acordado sozinha no meu quarto e me sentia bem descansada. Bem acordada, fiquei enrolada em meus cobertores por um tempo antes de eu decidir me levantar. Enquanto eu tentava sair da cama, de repente, meu corpo inteiro ficou completamente paralisado. Não conseguia me mexer e não podia falar. A única coisa que eu conseguia mover eram meus olhos. Eu podia ouvir um zumbido estranho e todos os pelos no meu corpo estavam de pé, como se eu estivesse coberta de eletricidade estática. Eu não conseguia entender o que estava acontecendo comigo e meu coração estava disparado, quando lentamente percebi uma presença no lado direito da minha cama. Finalmente, consegui mover meus olhos e tentei me concentrar em quem ou o quê estava ali parado. Antes que eu pudesse ver qualquer coisa, ouvi um estranho som de deslizamento e podia ver o que parecia um escudo prateado que se estendeu em partes para cada lado do meu rosto. Aquilo estava bloqueando a minha visão de quem ou o quê estava na sala comigo. O escudo metálico lembrou-me de um velho copo portátil de acampamento.
Completamente apavorada neste momento, reuní todas as minhas forças e consegui mover minha perna direita cerca de 5 centímetros. A mão grande de um homem apareceu na minha coxa direita, como se uma pessoa desencarnada estivesse empurrando minha perna de volta para a cama. Pude ver claramente o contorno da mão de um homem com dedos grandes. Depois que alguns minutos se passaram, surgiu um som forte, a impressão da mão em minha coxa desapareceu lentamente, a pressão sobre o meu corpo diminuiu e eu finalmente consegui me mover novamente. Saí correndo daquele quarto tão rápido quanto as pernas podiam correr.

Foi uma experiência horrível que eu não gostaria de reviver nunca mais, então eu encaixotei tudo e me mudei desse apartamento pouco depois.

GSDLady - Canadá



02. Atacado por braços
Minha história começa há cerca de 20 anos, quando eu morava em Londres. Minha namorada havia saído com as amigas para uma refeição. Eu estava cansado e decidi adiantar minha noite. Eu tomei uma xícara de chá como de costume antes de dormir, então li um pouco e fui dormir. Eu rapidamente adormeci como de costume, mas esta noite eu fui acordado abruptamente. Alguém estava no quarto e estava me atacando. Eu estava aterrorizado. Meu coração estava quase saindo do meu peito. Eu nunca tive tanto medo. Eu estava desesperado para respirar. Meu atacante misterioso estava me mantendo deitado. Estava deitado de bruços e estava difícil para respirar. Eu podia sentir o peso do misterioso atacante nas minhas costas, esmagando-me. Pareceu uma eternidade até que eu pudesse alcançar a lâmpada. Quando eu o fiz... nada! Ninguém lá! Vazio. Olhei para o meu relógio, passava pouco da meia-noite. Eu verifiquei a casa. Tudo estava como deveria estar; portas e janelas trancadas. Tudo nos conformes. Fiquei com medo. Eu nunca havia tido tanto medo como naquela noite. Minha namorada voltou para casa pouco depois e ficou surpresa com o estado em que eu estava. Eu estava com quase 30 anos e dormindo com a luz acesa! Nunca esqueci daquela noite.

Anos depois, li um artigo sobre a "Síndrome da bruxa velha". Isso realmente fazia sentido para mim. Por fim, percebi que muitas pessoas experimentaram encontros muito semelhantes. É como dizem, um homem prevenido vale por dois...

Saí de Londres e me mudei para o Lake District. A vida era boa. Os bons tempos de sempre e os tempos não tão bons, como qualquer outra pessoa. Mas em 2008 o "ataque" aconteceu novamente. Fui acordado da mesma forma. Como antes, fiquei aterrorizado e abalado. Esses ataques noturnos continuaram por anos. Era como ter alguém tentando me tirar da cama. E eles também eram fortes. Em uma ocasião, vi o que pareciam ser braços vindo através da parede do meu quarto! Esta foi a única vez que eu realmente vi algo com certeza. O resto dos ataques subsequentes eu vi uma forma escura, mas não era de maneira alguma terrivelmente clara.

Ao longo dos anos eu realmente me acostumei com isso. Meu filhinho fez uma espada de madeira muito realista na escola. Quando ele estava na casa de sua mãe, tive a ideia de mantê-la na minha cama para "lutar" com meu antagonista da noite. Quando sentisse o ataque, eu alcançaria a espada. Às vezes eu realmente sentia um braço me parar. Mas, como os ataques nunca duravam muito, eu estava acostumado com isso. No entanto, em uma ocasião, cansei disso e fiz uma oração para o Senhor, na tentativa de pará-lo para sempre. Por um tempo, eu apenas deixei esse ser ter seu pequeno momento de glória. Depois que aquilo parou de empurrar, acendi a luz por alguns minutos. Eu podia sentir que ele realmente enfraquecia toda vez que eu fazia isso até que finalmente desapareceu para sempre. Já fazem dois anos desde a última vez em que fui visitado.

Eu sou o único que teve esse tipo de "batalha"? Alguém mais passou por algo parecido? Gostaria muito de saber que sim. O estranho é que eu realmente me acostumei com isso, como uma criança maliciosa de certa forma. Seria ótimo saber se alguém mais experimentou algo assim.

johndecourcy - Inglaterra



01. Atacado por demônios
paralisia do sono, shadow people, entidades, demônios, terror, fantasmas
Cena do documentário The Nightmare
Esta história ocorreu durante o verão de 2006 na Marine Corps Base Camp Lejeune, NC. Na época, eu era um anspeçada no Corpo de Marines dos Estados Unidos. Minha esposa e eu morávamos na área de alojamentos da base Tarawa Terrace II em um pequenino apartamento de 2BR/1BA (dois quartos e um banheiro). Haviam cinco unidades conjuntas que constituíam uma seção de habitação. As unidades juntas possuíam o formato de um "C" quadrado. Em toda a área de estacionamento havia outra seção de habitação que refletia a nossa. Esta era uma habitação antiga construída em 1942 durante a Segunda Guerra Mundial. Elas foram remodeladas desde então para modernizá-las e foram bem mantidas pela base. A base estava no meio de um processo de destruir essas antigas unidades de habitação para construir novas moradias privatizadas. Nossa área foi a última na lista para demolição (... claro).

Eu estava iniciando o treinamento de pré-implantação do Iraque e de partida para ir ao CAX, (Combined Arms Exercise) no deserto de Mojave, na Califórnia, na próxima semana. Durante este tempo, minha esposa decidiu ir para casa e passar algum tempo com sua família; como eu ficaria fora por um mês.

Cheguei em casa um final de tarde e iniciei minha rotina normal de tomar banho e agarrar uma refeição para jantar. Durante o banho, fiquei intrigado pensando que eu podia ver uma sombra na forma de uma pessoa através da cortina do chuveiro com a minha visão periférica, e o banheiro parecia estar ficando mais escuro. Puxei a cortina do chuveiro para ver o que estava lá, no entanto, não vi nada fora do comum. A sombra se dissipou e a iluminação no cômodo pareceu normalizar. De fato, a iluminação no banheiro não era muito boa e eu estava bastante cansado e destruído depois de um longo dia de treinamento no verão quente e úmido da NC (Carolina do Norte). Em nenhum momento tive um mau pressentimento ou senti algo fora do comum. Foi um pouco desconcertante e pensei comigo mesmo "Whoa, isso é estranho..." Eu me convenci de que eu estava exausto e meus olhos estavam me pregando peças. Eu terminei meu banho, vesti um short curto e fiquei sem camisa (os verões da Carolina do Norte são bastante intensos, com temperaturas noturnas com média de uns 30 graus com 100% de umidade).

Entrei na cozinha tentando decidir o que fazer para o jantar. Depois de cerca de 10 minutos eu decidi que estava cansado demais para fazer qualquer coisa e apenas pedi uma pizza. Depois de fazer o meu pedido, sentei-me no sofá, liguei a TV e esperei o entregador. Não demorou muito, talvez 10 minutos ou mais, antes que eu adormecesse. Durante o meu tempo adormecido, sonhei com uma figura sombria que me perseguia. Foi um sonho onde, não importa o quão rápido você corresse ou tentasse correr, você nunca conseguia fugir ou você iria tropeçar e tropeçar em tudo. À medida que a figura me perseguia, as luzes iam se apagando, e eu tive uma sensação ameaçadora de que eu precisava ficar na luz ou a coisa iria me pegar. O sonho começou na minha casa, indo de um quarto para outro. Então eu abri a porta da frente e eu estava correndo para uma nova casa. Então percebi que esta era minha casa de infância. Então, depois de atravessar outra porta, tudo se transformou e eu encontrei-me correndo dentro de um hotel aleatório. Enquanto isso, a figura sombria consumia a luz enquanto me seguia; então eu deixei a casa, correndo para fora na noite escura (tão filme de terror clichê, eu sei... mas não posso ser responsabilizado pelas ações do meu eu dos sonhos). Eu corria de uma lâmpada da rua para outra, tentando evadir a figura sinistra. Finalmente, fui acordado do sonho pelo som da campainha. Era o homem da entrega de pizza. O sonho pareceu durar muito tempo, no entanto, eu só estava dormindo por talvez uns 10 minutos.

Não me incomodando com pratos ou utensílios, peguei a pizza, sentei-a na mesa de café e comecei a comer. Enquanto eu comia a pizza, fiquei pensando no sonho que eu tive. Eu não fiquei assustado com aquilo, só achei que foi um pouco estranho. Perguntei-me se o meu sonho tinha alguma correlação com a figura sombria do incidente do banheiro; no entanto, acabei culpando a coincidência e a exaustão. Terminei de comer, desliguei a TV, coloquei as sobras de pizza na geladeira, escovei os dentes e fui ao quarto para me deitar na cama. Lembro-me de ter me deitado um pouco cedo (antes das 22:00), porque teria que me levantar cedo para a unidade PT pela manhã às 05:00. Antes de subir na cama, liguei a TV, o leitor de DVD, e coloquei um DVD da série de TV M*A*S*H ​​e configurei para exibir todos os episódios. Então me deitei na cama, comecei a relaxar e assistir meu seriado. Não demorou muito antes de adormecer novamente. Eu nem consegui passar por um episódio inteiro antes de desmaiar. Então, algumas horas depois, aconteceu...

De repente, fui despertado por alguma coisa. Eu estava virado do meu lado esquerdo quando abri meus olhos e estava olhando pela porta do quarto no corredor. No instante em que abri meus olhos, parecia que eles haviam capturado alguém/alguma coisa (uma sombra?) movendo-se pela minha porta. Eu olhei o relógio para verificar a hora e eram 03:17, lembro-me distintamente. Quando fui recuperando meus sentidos, tive uma sensação realmente ruim. Era um sentimento de medo, terror e tristeza; como nunca senti antes ou depois. O sentimento me deixou enjoado e senti que talvez eu tivesse que ir ao banheiro para vomitar. Eu decidi me levantar e investigar o que eu pensava ter visto. Afastei as cobertas e comecei a sentar-me. Meu torso mal conseguiu ficar totalmente ereto quando meu corpo foi derrubado de volta para a cama! Quando meu corpo atingiu a cama, meus olhos se fecharam e não consegui abri-los. Por mais que tentasse, não conseguia abri-los! Embora eu não conseguisse ver, eu podia sentir que haviam quatro, ouso dizer, espíritos/entidades que estavam cada um segurando um dos meus membros. Eu estava sendo pressionado! Meus membros estendidos; meu corpo fazia um "X". Eu percebi que estava sendo atacado e que eu tinha que fazer alguma coisa! Me esforcei para libertar-me, mas foi em vão.

Eu tentei falar, gritar... qualquer coisa, mas não conseguia! Tudo o que saía era quase como o balbuciar de um bebê. Eu podia sentir que isso era muito ruim! Eu não sabia o que eles planejavam fazer comigo, mas era um sentimento tão terrível, nem sequer posso descrevê-lo! Eu tentei mandar os espíritos sairem, gritando "Em nome de Jesus Cristo, eu ordeno que você vá embora!" Mas, novamente, minhas palavras eram todas ininteligíveis; como uma criança ainda aprendendo a falar. Eu não sabia o que iria fazer; eu estava tão assustado! Durante todo esse tempo, eu podia ouvir o programa de TV M*A*S*H ​​rodando em segundo plano, então eu sabia que não estava sonhando. Era o episódio em que Klinger tenta escapar da Coréia num planador.

Então, pensei comigo mesmo: "Não posso recitar uma oração, mas talvez eu possa pensar em minha mente?!" Então eu comecei a tentar fazer uma oração silenciosa em minha cabeça, mas meus pensamentos pareciam espalhados e disconexos agora também! "O que eu vou fazer?!" pensei. Então senti uma nova presença entrar na sala. Eu senti que essa nova presença tinha comando e autoridade sobre as demais. Enquanto eles me imbilizavam, ele colocou o rosto para baixo e começou a escanear meu corpo. É difícil de explicar porque não vi nada. Percebi que tinha o rosto de um leão ou algum tipo de animal. Começou com meus pés, e foi lentamente e metodicamente traçando seu caminho; quase como uma tomografia computadorizada ou uma ressonância magnética. De um lado para outro, de um lado para o outro... Parecia estar procurando por algo... Como se estivesse olhando para a minha alma. Eu tentei firmemente me livrar de seu domínio, mas ainda não conseguia me libertar. Quando chegou ao meu rosto, ele parou e ficou encarando pelo que parecia ser uma eternidade! Finalmente, ele voltou para meu corpo e parou na área do meu estômago, apenas olhando para mim... O que estava procurando?!

Minha mente parecia recuperar um pouco do controle sobre mim mesmo neste momento. Eu pensei comigo mesmo: "Eu deveria tentar mandar sair novamente!" ... Eu tentei com todas as minhas forças me sentar e comecei a pensar primeiro no comando. Então minha boca começou a cooperar com minha mente e começou a se mover. As palavras ainda estavam um pouco confusas, mas começaram a se juntar. Ainda tentando libertar-me com todas as minhas forças, minha mente recuperou o controle de minha boca e aconteceu... Eu gritei "EM NOME DE JESUS ​​CRISTO, EU TE COMANDO A IR EMBORA!" Então, de repente, meus atacantes me soltaram e fugiram! Porque eu estava tentando tanto me libertar, me sentei com tanta força que quase caí da cama! Fiquei cheio de emoção, comecei a chorar e novamente gritei: "EM NOME DE JESUS ​​CRISTO, EU TE COMANDO A IR EMBORA!" Então eu corri para fora do meu quarto, pelo corredor, pela porta da frente, até o estacionamento. Não sabia o que fazer, mas sentia que precisava ligar para o meu pai. Claro, eu corri para fora da minha casa mas não pensei em pegar meu celular durante a fuga. Na verdade, eu ainda não estava com nada mais além do short curto. Eu ia ter que voltar e pegá-lo!

Quando eu fui em direção à porta da frente, eu senti aquela sensação estranha na parte de trás do meu pescoço. Os pelos de meus braços, pernas e pescoço se arrepiaram todos e comecei a sentir-me doente novamente. Abri a porta da frente e corri para minha casa. Fui ligando as luzes enquanto eu prosseguia, fui direto para o meu quarto. Quando cheguei ao quarto, imediatamente liguei a luz, corri para minha mesa de cabeceira, peguei meu celular e corri para fora da casa o mais rápido que pude!

Liguei para o meu pai às 03:30 da manhã na Carolina do Norte, o que daria 1:30 lá em casa em Utah. Depois de cerca de seis toques, meu pai atendeu o telefone. Ele imediatamente me perguntou o que estava errado. Eu suponho que ele me perguntou isso devido ao horário em que eu liguei. Como regra geral, eu não ligo para meus pais de madrugada para discutir sobre o clima, então sua suposição estava correta.
Incapaz de conter as lágrimas que eu disse: "Papai, fui atacado!" Ele respondeu: "Quem te atacou?! Você está bem? Onde você está agora?" Eu respondi: "Papai, fui atacado por um espírito!" O telefone ficou em silêncio por cerca de cinco segundos... Ele disse: "O quê?" "Papai, fui atacado por um espírito, um fantasma... algo!" Ele me perguntou se eu tinha um lugar seguro para ir. Eu disse a ele que eu tinha, mas eu precisaria chamar meu cabo, que vivia a apenas uma rua, dobrando a esquina, em um bloco adjacente. Ele me disse para ligar para quem eu precisasse e para chamá-lo de volta, caso houvessem problemas para conseguir um local para ficar durante a noite.

Liguei para o meu cabo, e bom amigo, Jake, que sem hesitação ou perguntas me ofereceu um lugar para ficar o tempo que eu precisasse. Ele dirigiu-se para me buscar e até entrou na minha casa para pegar meus itens do uniforme, saco de barbear, etc. Eu não conseguiria voltar para a casa novamente. Eu ainda tinha uma sesação terrível apenas de ficar perto dela. Ele me levou de volta para sua casa e instalou uma grade improvisada em seu sofá. Então ele me perguntou sobre o que havia acontecido. Eu disse exatamente o que havia acontecido. Ele me disse que acreditava em todas as minhas palavras e disse que nunca antes ouviu alguém contar uma história com tanto medo e convicção. Eu sou tão grato por tudo o que ele fez por mim naquela noite; acima de tudo por apenas me ouvir.

Depois que eu voltei da CAX, eu contei à minha esposa sobre o incidente que ocorreu quando ela estava ausente. Eu não disse a ela imediatamente, porque não queria assustá-la, já que ela se assusta com facilidade e achei que ela ficaria louca. Enquanto conversávamos, ela me contou que também tinha acontecido coisas estranhas com ela naquela casa. Em algumas ocasiões em que eu estava no trabalho (antes do meu incidente), e ela havia entrado no banheiro para tomar banho, ela jurou ter visto a sombra de uma pessoa através da cortina do chuveiro. Ela simplesmente imaginou que eu havia voltado para casa para almoçar e havia entrado no banheiro para uma rápida espiada e um beijo antes de voltar para o trabalho (o que era muito comum). Ela disse que falou comigo e perguntou como andava o trabalho, mas ninguém respondeu. Ela puxou a cortina apenas para ver que não havia ninguém lá e a sombra havia sumido. Seria esta a mesma sombra que encontrei antes do meu ataque?! (Música de introdução do Além da Imaginação) Na época, ela disse que realmente não pensou muito sobre isso e achou que simplesmente tinha imaginado coisas. No entanto, depois que eu contei a minha história, ela realmente ficou bastante assustada. Antes de eu partir para o Iraque, ela voltou para casa para ficar com a família novamente. Ela não gostava de ficar sozinha quando eu não estava lá; ainda mais agora com as nossas experiências bizarras naquela casa. Uma vez que eu voltei da minha implantação, decidimos nos mudar para um novo lugar fora da base em Jacksonville, NC.

Agora, com algumas análises pós-ataque; sem evidências tangíveis para apoiar minha afirmação sobre o ataque, encontrei-me questionando minha própria integridade. Isso realmente aconteceu? Foi apenas um sonho? Por semanas e meses, tentei encontrar uma explicação lógica em quase todas as vias para argumentar comigo mesmo que isso não aconteceu e que talvez fosse apenas um sonho ou talvez uma alucinação. No entanto, não posso negar a forma como me senti quando fui atacado. Toda fibra do meu ser me diz que aquilo realmente aconteceu, eu não estava sonhando/alucinando, e de fato fui atacado por um espírito maligno.

Cerca de cinco anos após o incidente, durante outra implantação, encontrei outro marine americano que teve uma experiência similar. Esta foi a primeira vez que ouvi os termos "Paralisia do sono" e "Síndrome da Bruxa Velha". Ele não acreditava que ele tivesse sido atacado por um espírito maligno e colocou toda a culpa na paralisia do sono. Eu fiz um pouco de pesquisa sobre a paralisia do sono. Existem muitos possíveis gatilhos para a paralisia do sono; a maioria dos quais gira em torno de altos níveis de estresse e padrões de sono anormais. O alto estresse e a falta de sono se encaixam perfeitamente no perfil de treinamento dos Marines dos EUA para uma implantação de combate. Cerca de um ano depois, encontrei outro membro do serviço no Exército dos EUA que também teve uma experiência semelhante. No entanto, essa acreditava que ela também havia sido atacada por um espírito maligno. Antes de contar esta história, eu só havia contado à um punhado de pessoas do meu convívio. Curiosamente, não acho que meu pai tenha acreditado em minha história. Anos depois eu trouxe o assunto à tona naquele momento "Você se lembra quando...", e ele pareceu zombar disso. De qualquer forma, não é importante se ele ou qualquer outra pessoa acredite nisso. Eu sei o que aconteceu e como me senti. Eu nunca mais quero sentir e experimentar isso novamente.

Então, minha experiência poderia ser apenas outro caso de paralisia do sono? Ciência e "especialistas" nos dizem sim, poderia. No entanto, acredito que minha experiência não foi apenas um mero caso de paralisia do sono, mas algo mais sinistro. Até hoje, não tive outra experiência como essa nem nunca mais senti o mesmo terror.

O que você acha? O caminho está aberto para os meus leitores comentarem. Gostaria muito de apreciar uma contribuição honesta. Além disso, considere isso um meio para encontrar outros leitores que tenham experimentado eventos semelhantes.

with_devildog - EUA

Relacionado:  8 Terríveis criaturas que atacam na hora do sono


Capa  The Nightmare, documentário
Já teve alguma experiência inexplicável com o sobrenatural? Conhece a história de alguém que teve? Envie seu relato pelo formulário ou por email para contatozona33@gmail.com
[+] Reportar erro, acrescentar informações ou solicitar remoção.

Curta nossa fanpage no facebook



- Deixe seu comentário -

 
Est. 2013

Todas as imagens de filmes, séries e etc são marcas registradas de seus respectivos proprietários.