10 Animes de terror/suspense

|
zona 33
Anime ou animê, é qualquer animação ou desenho produzido com características especificas do próprio, como olhos grandes e traço simplificado. Anime é uma animação originalmente do Japão, mas não restrita somente na região.
Engana-se quem pensa que anime é apenas coisa de criança, muitos deles podem possuir temas sérios e até mesmo pornografia (hentais). Nesse post — obviamente — irei falar sobre 10 animes de terror e suspense, que deixam muito filme no chinelo. A lista não está por ordem de qual é melhor, até porque isso é muito discutível, dependendo do gosto de cada um. Alguns termos contidos nesse artigo podem parecer estranhos para quem não está acostumado com o mundo dos animes e mangás, então eu deixei neles o link para a wikipedia explicando, caso não conheçam o significado. Agora dispensado as apresentações, confiram a lista.



10.

Pet Shop of Horrors

anime, japonês, terror, suspense, horror, desenho
A história tem inicio numa pequena loja de animais de estimação que fica no meio de Chinatown. Um lugar onde as pessoas podem comprar amor, esperança e sonhos, que estão personificados em um animal que poderá levar para casa. Para uma alma desesperada, tais criaturas podem significar o mundo. Para levar o animal para casa, é necessário assinar um contrato apresentado pelo conde D, proprietário da loja. No entanto, mesmo sendo apenas 3 regras apresentadas no contrato, elas podem ser mais difíceis de se seguir do que se pode pensar inicialmente.
Originalmente, Pet Shop of Horrors é um graphic novel de horror e que também ganhou adaptação em mangá, criado por Matsuri Akino. Seu gênero demográfico é o Josei. O foco da série é o excêntrico conde D, proprietário de um pet shop misterioso, localizado no coração de Chinatown. Conde D é um personagem muito interessante e misterioso. Os animais que ele vende na loja, todos tem aparência humana inicialmente. A cada venda, um novo contrato é feito com três regras que não devem ser quebradas ou resultará em terríveis e perturbadoras consequências para o comprador.

Esse é um anime muito interessante e que consegue manter o suspense de forma satisfatória, como poucos do gênero de horror conseguem. Muitos animes desse tipo preferem entupir a história com monstros asquerosos, que conseguem ser mais toscos que assustadores — o que não é o caso do anime em questão, é claro. A narrativa é empolgante e os casos apresentados conseguem prender quem está assistindo, o clima é dark e a trilha sonora é de primeira. Esse é aquele típico anime dos anos 90, fato que da para perceber no traço e nas músicas, que se assemelham muito àqueles filmes de vampiro dessa mesma época, quem assistiu Vampire Princess Miyu, logo irá notar isso.

Não acho que Pet Shop Of Horrors se enquadre no gênero terror, mas tem bastante elementos de horror, as histórias apresentadas muitas vezes são ofuscadas pela natureza trágica de cada conto. Quem gosta de horror e esta acostumado com sangue e gore, pode se decepcionar, pois o foco aqui é outro. Uma curiosidade é que cada episódio começa com a letra D. Eu diria que, particularmente, o único ponto negativo é não ter sido abordada a história do Conde D, claro que levo em conta o número de episódios que o anime teve e que provavelmente foram só para fazer propaganda para o mangá. Diria que conde D é para Pet Shop Of Horrors, o que Yuuko é para xXxHOLiC, aliás, o enredo desses dois animes são bem parecidos. De qualquer forma, decidi que este anime estaria na lista.



09.

Le Portrait de Petit Cossette

anime, japonês, terror, suspense, horror, desenho
Eiri é um ajudante em uma loja de antiguidades. Um dia, ao desempacotar um copo antigo, ele começa a ter visões de uma bela garota dentro do copo. Com o tempo, ele acostuma-se com o acontecimento e o fato de que apenas ele tem tais visões. Depois de exames médicos e psicológicos, tudo parece normal, até que um dia a garota sai do copo e faz um pacto de sangue com Eiri. Ela é Cossette, que morreu assassinada pelo noivo, décadas atrás.

A história do anime ganhou uma adaptação em mangá pelas mãos de Asakura Katsura, que rendeu dois volumes, lançados em 2004.

Le Portrait of Petit Cossette consegue ser um ótimo anime de terror psicológico, que agrega muitos elementos psicodélicos. A trama se desenvolve de forma ágil e cenas possuem sequências rápidas, juntando fatos que ocorreram no passado com os acontecimentos do presente. A fotografia do anime é toda sombria e os personagens são o mais próximos possíveis da realidade, sem ser caricatos. Cossette consegue passar a emoção exata para esse tipo de personagem, sem deixar de ser assustadora.

A trama gira em torno de Eiri e Cossette, e a relação que existe entre eles e uma ligação que tiveram no passado... ou melhor dizendo, em outra vida. A história contém um grande mistério, o suspense vai aumentando de forma considerável até atingir seu clímax no último episódio. Os personagens secundários também têm um papel importante na trama e quando o suspense atinge seu clímax, dando lugar ao terror e envolvendo à todos, até seu desfecho inesperado.

Esse é aquele tipo de anime que é bom... daqueles animes que precisam fazer parte da sua listinha de animes já vistos, mas que por algum motivo, não chegam nem perto de estar no top 10 da lista de pelo menos 85% das pessoas que o assistiram. Um trecho da Desciclopédia sobre o anime diz: "Le Portrait de Petit Cossette é mais um daqueles animes que absolutamente ninguém entende nada, devido ao nível de drogas que o autor fumou ao elaborá-lo, com as ideias florescendo graças a essas substâncias ilícitas o cara decidiu tentar fazer algo psicodélico, pena que só ele entendeu o que escreveu, resultando num anime/mangá que apenas confundiu os que o acompanharam e que essas pessoas só dizem que gostaram para pagar de cults."
Bem... não chega a ser exatamente isso, mas é bem próximo da realidade do anime, hehe, e muita gente que assistiu, realmente ficou perdida.



08.

Corpse party

anime, japonês, terror, suspense, horror, desenho
A franquia Corpse Party começou no longínquo ano de 1995, como um jogo de RPG Maker lançado para PC-9801, mas futuramente ganhou remakes para Windows e PSP, e também sequências. Porém acabou se estendendo para o mundo dos mangás e então para o anime. Corpse Party: Tortured Souls é um OVA de quatro episódios de 30 minutos cada.

A história começa com alguns estudantes simpáticos da Academia Kisaragi e sua professora, após o festival da escola. Todos ficaram até mais tarde para poder limpar a sala e é então que a representante da turma, Ayumi Shinozaki, resolve contar uma história de terror sobre o que teria acontecido na Escola Primária Heavenly Host (ou “Tenshin” no mangá) que existia naquele mesmo terreno antes da construção da escola atual da turma, e acaba assustando a todos, principalmente Satoshi Mochida, o típico garoto popular e covarde. Entre os presentes também está Mayu Suzumoto, uma garota que vai se mudar para outra escola. Sendo assim, após a história, Ayumi sugere que todos os presentes, incluindo a professora Srta. Yui e a irmãzinha de Satoshi, Yuka, façam com ela a simpatia “Sachiko para sempre” ou “Sachiko Feliz” que, segundo ela leu na internet (fonte muito confiável…), iria fazer com que todos eles permaneçam amigos para sempre após mentalizar a frase “Sachiko, nós te imploramos”, nove vezes sem errar e rasgar uma boneca de papel, guardando o pedaço com eles. 
O que poderia dar errado? Absolutamente nada, portanto os nove presentes fazem a simpatia, porém alguém pisa na jaca no meio do ritual e como consequência um enorme terremoto acontece, fazendo com que todos eles caiam numa realidade alternativa onde a Escola Primária Heavenly Host ainda existe, destruída, cheia de corpos de estudantes, sangue, coisas extremamente nojentas e alguns fantasmas assassinos. Pra deixar tudo ainda mais simpático: não há como fugir dali.

O anime é uma verdadeira mistura de fofura e escrotice. Talvez seja proposital, algo como "Vamos chocar colocando algo fofo sendo destruído." eu não sei... Mas o anime em geral é uma chacina sem fim, é comum ver cenas como "Eu acho que você provou o poder da amizade que tem pelos seus amigos e que o amor vai vencer e..." daí dá um terremoto e cai uma coisa que faz a cabeça da personagem ser arrancada e cair do lado da menina que ela tava acalmando.
A história usa a mesma maldição apresentada nos filmes da franquia O Grito, portanto nós vemos uma força incontrolável, movida pelo ódio e com uma constante destruição. O anime é bastante imprevisível quanto às mortes, simplesmente não dá para saber que personagens irão ou não sobreviver, já que eles morrem muito rápido e do nada.

Mas apesar de tudo, o anime tem uma história cheia de ligações e motivos do que está acontecendo, os personagens a vão descobrindo a partir de documentos que começam a achar, portanto é necessário prestar um bocado de atenção na hora que eles começarem a ler algo, pois realmente é importante. Caso não se preste atenção, a sensação que se vai ter é a mesma de filmes de terror comuns, a de que colocaram uma historinha boba ali só pra justificar um monte de corpo voando pra todo lado.
Enfim, não é um anime inteligente ou adulto por causa da história e do sangue, já que chega a ser um tanto forçado pra falar a verdade, no entanto da pra se divertir com a história. Apesar dos clichês, consegue entreter um bocado, o suficiente pra estar nessa lista.

07.

Higurashi no Naku Koro ni

anime, japonês, terror, suspense, horror, desenho
"Higurashi no Naku Koro ni" (2006), ou "Quando as Cigarras Choram", é um anime de suspense, drama e mistério produzido pelo Studio DEEN (de Samurai Deeper Kyo, Ranma 1/2, etc) e dirigido por Chiaki Kon. O anime é baseado em uma série de jogos, no estilo visual novel, de mesmo nome.

A história se passa em uma cidade rural do Japão chamada Hinamizawa, onde em 1975 sua população protestou contra a construção de uma barragem que inundaria a cidade inteira. Desde o protesto, o projeto ficou retido e foi cancelado 3 anos depois.
Após esse evento, todo ano seguinte, durante o Watanagashi Matsuri (Festival do Algodão), onde os habitantes de Hanamizawa comemoram e agradecem o deus local, Oyashirou-sama, uma maldição acontece. A "maldição de Oyashirou-sama", como ficou conhecida, abate os moradores que apoiavam a construção da barragem, onde, todo ano, uma pessoa morre e outra desaparece sem deixar vestígios.

Higurashi no Naku Koro ni é separado em 3 temporadas, sendo que a última (Rei) é composta apenas de alguns OVAs. Assim como o jogo na qual é baseada, Higurashi é separada em diversos arcos de perguntas e arcos de respostas. Durante a transação de um arco para o outro, é capaz que a pessoa que está assistindo ou lendo se perca um pouco, mas logo tudo é explicado.
Um arco que eu acho que merece destaque é o Watanagashi-hen e sua resposta, Meakashi-hen. Nesses arcos a história é digna de um prêmio, mas não vou adentrar para não dar spoilers.
Apesar da aparência Shoujo de Higurashi no Naku Koro ni, o anime faz Elfen Lied parecer coisa de criança. O anime é sério e tem diversas partes violentas que, as vezes, faz com que a arte caia um pouco (capaz que o autor não tenha ideia de como desenhar alguém sendo desfigurado por batidas e mais batidas no rosto). Apesar desta queda na arte, o restante é lindo. Personagens muito bem desenhados, carismáticos e, apesar de aparentar, não são nada estereotipados. Acreditem. Outra coisa a acrescentar é que as emoções dos personagens são mostradas com maestria.
Os mistérios vão se revelando aos poucos. A primeira temporada é fenomenal e deixa várias perguntas no ar. O nível da segunda cai um pouco, mas nada que estrague a obra prima que Higurashi no Naku Koro ni é.



06.

Jigoku Shoujo

anime, japonês, terror, suspense, horror, desenho
Com a história original escrita por Hiroshi Watanabe, este anime foi produzido em 2005 pelo Studio Deen.
Imagine só, você guarda rancor de alguém e gostaria muito de se vingar desta pessoa. Já pensou se existisse um site que só pudesse ser acessado à meia-noite, onde você pudesse escrever o nome desta pessoa e com isso ela fosse enviada imediatamente para o inferno?

Enma Ai é uma jovem garota de cabelos negros e sem expressão facial, ela é a encarregada de fazer as vinganças das pessoas que acessam o site chamado (Jigoku Tsuushin, ou “Correspondência do Inferno”), claro que ela não faz isso sozinha e conta com a ajuda de três fiéis ajudantes: Ichimoku Ren, Hone Onna e Wanyuudo.

Claro que as coisas não são tão simples assim, pois quando uma vingança é feita, dois túmulos são abertos, ou seja, a pessoa que teve o nome inserido no site é enviada imediatamente para o inferno, porém, a pessoa que fez o pedido também irá para lá quando morrer.

A série lembra também bastante a premissa dos seriados estadunidenses como Arquivo X, CSI e outros seriados policiais onde cada episódio se foca em um caso diferente, porém contando sempre com um elenco fixo que acaba se envolvendo em cada caso e cada episódio faz você se envolver com os personagens e pensar coisas como “Será que eu faria isso? Vale a pena sacrificar minha vida pra escapar desse problema? Será que não consigo resolvê-lo por conta própria?”.

E claro, os personagens principais vão evoluindo no decorrer da série e vale a pena também acompanhar o passado da personagem principal que é muito triste.

Este é um anime muito interessante e que dependendo do seu gosto, pode te prender do início ao fim de cada episódio.



05.

Ghost Hunt

anime, japonês, terror, suspense, horror, desenho
Ghost Hunt se baseia numa light novel escrita por Fuyumi Oto chamada Akuryō Serie, que também originou um mangá de Shiho Inada. Aqui acompanhamos as investigações paranormais do Instituto de Pesquisa Psíquicas Shibuya, formado por sacerdotes, paranormais, investigadores e, é claro, uma aluna do colegial, que vão sendo agregados à equipe no decorrer dos episódios.

A série foi lançada entre 2006 e 2007, tem 25 episódios e se divide em diversos casos, cada um durando por volta de 3 ou 4 episódios, onde os personagens são contratados para desvendar acontecimentos estranhos envolvendo fantasmas e outros seres sobrenaturais. Embora os personagens apresentem uma evolução constante, em especial em sua relação uns com os outros, os casos não são interligados.

Ghost Hunt se foca no suspense e no terror, mas sem apelar para cenas violentas. Não espere personagens superpoderosos resolvendo tudo na base da porrada e nem grandes cenas de ação uma atrás da outra. Há, sim, confronto entre os investigadores e os espíritos, que diga-se de passagem são alguns dos momentos mais legais do anime, mas o importante mesmo é a investigação para descobrir quem, ou o que, está assombrando o lugar e por quê. Mas isso nem de longe torna o anime parado ou chato, muito pelo contrário! A série também tem seus momentos engraçados, mas eles são bem colocados, não estragando os momentos de tensão. A animação é muito bem feita e as músicas também foram bem escolhidas para cada ocasião.
Quem gosta de seriados como Supernatural, com certeza vai gostar de Ghost Hunt, principalmente pelo clima que lembra a 1ª temporada do seriado.



04.

Ookami Kakushi

anime, japonês, terror, suspense, horror, desenho
Seria um deus? Ou seria um lobo? Uma lei secreta na parte antiga da cidade, traz consigo morte e mistério. É o verão de 1983. Dez histórias, interligadas pelos pensamentos das pessoas submetidas a repetidos pesadelos… O que vem a ser a possível verdade sobre esse lugar?

Um garoto de 16 anos, Hiroshi Kozumi, se muda para uma cidade na proximidade das montanhas.
A cidade é separada em Cidade Nova e Cidade Velha, e muitos mistérios e estranhos cultos ainda rondam o local.
Apesar de um pouco confuso, Kozumi anda aproveitando sua nova vida. Porém, uma pessoa mantém distância dele: a representante de classe Kushinada Nemuru. Em um de seus poucos desencontros, ela dá um conselho a ele: “Fique longe da Cidade Velha”.

Essa é a sinopse de Ookami Kakushi, mais recente anime do criador de Higurashi No Naku Koro Ni e Umineko No Naku Koro Ni, Ryukishi7. Tenho certeza que desperta a curiosidade de qualquer um que a leia, mas o anime é alvo de muitas criticas, a maioria delas vêm dos fãs que conhecem a obra original, ou seja, a visual novel para PSP ao qual o anime se originou. Infelizmente, boa parte da visual novel não foi reproduzida no anime.

O inicio desse anime é bem enrolado, principalmente para um anime de 12 episódios. Mas, as deixas dadas nos primeiros episódios por alguns personagens, é mais do que suficiente para prender quem assiste, no crescente clima de mistério e suspense. Não fecho os olhos para os pontos negativos, que alias não são poucos. Clichês, alguns diálogos chatos, fan service bobo, enrolação e mais enrolação, sendo que tinha muita, mas muita história pra contar. Mas, no meio de tantos animes que atualmente tentam manter um clima de suspense e terror sem conseguir, Ookami Kakushi se sobressai, pois o roteiro é foda, simples.
O único problema é tirar da cabeça a musiquinha "Hassaku! hassaku! Jouga no hassaku...".



03.

Shiki

anime, japonês, terror, suspense, horror, desenho
Shiki é uma light novel de terror criada por Fuyumi Ono que foi adaptada para mangá e anime. A história se passa em um verão atipicamente quente nos anos 90, em uma pequena vila tranquila chamada Sotoba. Uma série de mortes misteriosas começam a se espalhar pela aldeia, coincidentemente ao mesmo tempo em que uma misteriosa família se muda para a mansão Kamemasa, que estava abandonada.

Toshio Ozaki, o reitor do único hospital de Sotoba, inicialmente suspeita de uma epidemia, mas, quando as investigações continuam e as mortes começam a se acumular, ele se convence de que elas são obra dos retornados, um tipo de vampiro morto-vivo.
Um jovem chamado Natsuno Yuuki, que odeia viver na aldeia, começa a ser perseguido e cercado pela morte. Um por um, os moradores do vilarejo começam a ficarem doentes para poucos dias depois, morrerem. O único problema é que a maioria deles não continuam mortos...

Este anime tem 22 episódios e possui uma bela trilha sonora, a musica da abertura é bem empolgante, os traços são diferentes da maioria dos animes, mas mesmo assim são bonitos. No começo tem um pouco mais de dialogo do que o necessário, mas são diálogos bem trabalhados, sem muita enrolação, o que te prende na tela até o último segundo, sem ficar entediado(a). O tema principal desse anime são vampiros, mas engana-se quem pensa que é apenas mais um desenho bobinho sobre vampiros, que não pregam medo em ninguém. A obra explora o lado sombrio da coisa, e com um ótimo plot, esse anime se torna uma boa pedida para quem curte o gênero.



02.

Another

anime, japonês, terror, suspense, horror, desenho
A história se desenvolve em torno de Koichi Sakakibara, após ele ser transferido para o Colégio Ginasial de Yomiyama. Por causa de um problema de saúde, ele é hospitalizado logo antes das aulas começarem. No hospital ele conhece uma misteriosa garota de tapa-olhos, com o uniforme de sua escola. Mais tarde ele descobre que se trata de Mei Misaki, sua colega de turma do 3-3.

Desde sua entrada no colégio, Koichi percebe que há algo de estranho envolvendo seus colegas e o 3-3. Logo de cara descobrimos que há 26 anos atrás, um aluno muito querido do 3-3 morreu num acidente. Inconformados com a morte do amigo, os colegas do 3-3 decidiram não aceitar sua morte. Eles passaram a agir como se ele ainda estivesse lá e até os professores concordaram com esta farsa. Nenhum aluno se sentava em sua cadeira. Os alunos conversavam na frente da sua cadeira, voltavam para casa com ele, tudo como se ele não tivesse morrido.
Mas o mais estranho aconteceu no final do ano, pois quando tiraram a foto da turma para a formatura o aluno morto, Misaki, estava realmente lá. Desde então, acontecimentos estranhos e violentos têm rondado o 3-3. Seria uma maldição? Existe um morto entre eles, mas quem?

Tem muita gente que torce o nariz para Another. Eu, particularmente, curti o anime e é um que eu levaria entre os primeiros de uma lista top 10 dos melhores do gênero que assisti. O clima é de mistério, os traços são agradáveis e os cenários são muito bem desenhados, condizentes com o clima que o anime se propõe a passar. No entanto, é um anime para se assistir uma vez, na próxima ele já não tem o mesmo impacto, depois que você conhece o final. Mas, se você ainda não o assistiu, confira pois não irá se arrepender.



01.

Ayakashi: Japanese Classic Horror

anime, japonês, terror, suspense, horror, desenho
Ayakashi – Japanese Classic Horror conta a história de um autor de historias de terror que, já com seus 70 e poucos anos, resolve dar mais suspense em seus contos. O resultado é um anime diferente de tudo que você já viu, usando folclore, contos e superstições nipônicas para criar um ambiente mórbido e sinistro. Um prato cheio para aqueles que apreciam uma história de terror/suspense. O anime é dividido em três histórias:

Yotsuya Kaidan: A história é de uma esposa traída por seu marido e que busca vingança mesmo depois de morta.
Essa para muitos é a melhor das três, mesmo que tenha um começo meio parado demais. Seu desenvolvimento é um pouco lento, o que pode causar a impressão de que não seja realmente uma história de terror, mas logo no segundo o episódio, a trama vai ganhando corpo e o resultado final é maravilhoso.

Tenshu Monogatari: É uma história de amor proibido entre uma deusa e um humano. Onde eles terão que lutar para conseguirem ficar juntos.
É a história mais fraca em termos de terror, mas de qualquer forma, é uma história interessante. Se você ficou desanimado(a) com isso, não precisa se assustar; mesmo sendo fraca, ainda temos elementos básicos do terror. As deusas em questão, são chamadas de deusas esquecidas e são vistas como fantasmas pelos camponeses. E sabem do que elas se alimentam? De carne humana.

Bakeneko: E por último, temos a história do misterioso gato-monstro que visita uma família escandalosa. Quais seriam seus reais motivos e porque ele espalhou amuletos pela casa? O fato é que há um demônio querendo acabar com todos da família e tudo parece estar interligado de alguma maneira.
Esse consegue ser um conto bem mais no clima de terror que o segundo. Mas o terror ali se encontra mais visualmente e esta longe de ser algo que possa assustar alguém, é mais um terror psicológico, nada dark ou sombrio, pelo contrário. De qualquer forma, é o episódio que conclui a série e vale a pena conferir.



Bom, por enquanto a lista fica com esses 10 títulos. É claro que devem existir outros animes tão bons quanto estes, ou até melhores. Aqui listei apenas 10 dos que eu conheço, se quiser comentar sobre algum outro que julgue ser bom, basta deixar a descrição nos comentários!



Fonte(s)  Garotasgeek, Estatuaslimitededition, Elfenliedbrasil, Nerdmaldito