Galeria de fotos

10 das fotografias mais importantes da história

|
A invenção da fotografia permitiu a humanidade documentar uma série de momentos históricos em todo o planeta e até mesmo fora dele. Algumas nos mostram o quão longe nós viemos como espécie, enquanto outras fazem-nos lembrar de momentos que seria melhor esquecer.
Confira abaixo uma lista com 10 dos mais importantes registros fotográficos da história:


10.

A última execução pública na guilhotina

 1939
As execuções públicas não são uma forma de punição tão antiga quanto se imagina. Muitos países ainda usavam esse método publicamente em menos de um século atrás. Na imagem, podemos ver a lâmina da guilhotina sobre a cabeça de Eugen Weidmann. Weidmann foi um ladrão e assassino, antes de ser finalmente pego e condenado à morte. Em 17 de junho de 1939, uma multidão apareceu para ver o espetáculo sangrento.

Por que eles aparecem para testemunhar uma demonstração tão macabra? Naquela época, as autoridades usavam execuções públicas para fazer exemplo do condenado. Os pais iriam arrastar os seus filhos junto para ver, dizendo à eles algo como, "Veja o que acontece com as pessoas que desobedecem!" As pessoas também iam pelo valor do entretenimento. Enquanto uns passeavam até o jardim zoológico ou para jogos de desporto, os franceses iam ver decapitações públicas para se divertir.

A imagem acabou sendo tão controversa que o governo só permitiu que esse tipo de execuções fossem feitas por trás de portas fechadas. Os tempos tinham mudado de fato — em vez de vê-las como tendo um "efeito moralizador", execuções públicas eram vistas como não civilizadas e bárbaras. As guilhotinas foram operados longe dos olhos do público até 1977, quando o país aboliu a pena capital. Todos os dispositivos em seguida, encontraram-se guardados em museus.


09.

Nagasaki, 20 minutos depois

 1945
Em 9 de agosto de 1945, os Estados Unidos lançaram a bomba atômica de codinome "Fat Man" sobre a cidade japonesa de Nagasaki, matando cerca de 40.000 pessoas no momento do impacto. Milhares morreram depois, de queimaduras e doenças provocadas pela radiação. A cena era infernal, com milhares de mortos ou feridos debaixo dos escombros.

Mesmo à primeira vista, vemos que esta é uma imagem muito poderosa. O que é realmente surpreendente, porém, é que esta foto foi feita 20 minutos após a explosão. A destruição era imensa, ainda pairava no ar. Além do mais, no lado direito da foto, três pessoas ficam admiradas com o que aconteceu.


08.

O sol em Marte

 2005
Você provavelmente se quer imagina que esta imagem tenha sido tirada fora do nosso planeta. Mas este é, de fato, um pôr do sol marciano, que se parece muito com um pôr do sol na Terra - vale lembrar de que em outros mundos, pode ter essa mesma semelhança estranhamente familiar.

Esta imagem incrível foi feita pela Mars Rover Spirit, sobre a borda da cratera Gusev. Além de tomar imagens bonitas, o Rover foi realmente implantado para ajudar a estudar a atmosfera marciana. A cor avermelhada é devido a partículas finas em suspensão na atmosfera fina, mas a foto tem um tom azulado devido à poeira, que espalha a luz para a frente. Também digno de nota é que o sol parece ser menor em comparação com o que vemos na Terra. Isso ocorre porque o planeta vermelho está mais longe do sol do que nós na terra.


07.

A quinta conferência Solvay

 1927
A mais famosa de todas as Conferências Solvay, tinha os melhores cientistas do mundo que discutiram sobre o fenômeno da física quântica (um fenômeno recém descoberto na época). Estes cientistas foram contemporâneos, mas muitos são tão individualmente famosos que é surpreendente vê-los todos reunidos no mesmo lugar.

Na fileira de trás, o sexto da direita, é Erwin Schrödinger , conhecido por seus desenvolvimentos no campo da teoria quântica, a partir do qual ele formulou a equação de Schrödinger em mecânica ondulatória. Ele também é famoso por seu paradoxo popular conhecido como gato de Schrödinger, que ele formulou em 1935, que dividiu o Prêmio Nobel com seu colega cientista Paul Dirac.
Na fila do meio, primeiro da direita, ergue-se Niels Bohr. Bohr fazia parte do Projeto Manhattan que resultou no desenvolvimento da bomba atômica. Ele foi o primeiro a mostrar que os níveis de energia nos átomos eram quantizadas, o que significa que os elétrons poderiam "pular" de um nível de energia para o próximo. Suas contribuições à ciência o colocaram como um dos fundadores da física moderna.

A terceira pessoa a esquerda na primeira fila é Marie Curie. Ela cunhou o termo "radioatividade", e foi a primeira mulher a ganhar o Prêmio Nobel. Ela também foi uma das poucas pessoas à ganhar um prêmio em duas disciplinas, química e física.
Na fila da frente, você consegue reconhecer esse homem no centro da foto? Sim, é Albert Einstein. Ele foi fundamental no estabelecimento da teoria quântica, como ele desenvolveu a teoria da relatividade geral. Ele também é conhecido por ter proposto, sem dúvida, a mais conhecida equação do mundo, E = MC² .Graças às suas enormes contribuições para a física moderna, a palavra "Einstein" é hoje sinônimo de "gênio".

Outras personalidades notáveis ​​incluem Werner Heisenberg, e Peter Debye (primeiro a esquerda da fila do meio), que tem uma estranha semelhança com Hitler. Para resumir, esta conferência praticamente criou a plataforma para toda a física moderna.


06.

Tenzing Norgay no topo do Everest

 1953
Na foto acima, está Tenzing Norgay. Em 29 de maio de 1953, ele e seu companheiro neozelandês Edmund Hillary foram os primeiros indivíduos conhecidos a chegar ao cume do Everest. Eles tinham conseguido conquistar a montanha mais alta do mundo, apenas três dias antes da coroação da rainha Elizabeth II, e as notícias não alcançaram o mundo até a manhã do dia da coroação em si.

A dupla passou apenas cerca de um quarto de hora no cume. Hillary, em seguida, tirou a foto famosa de Tenzing posando com seu machado de gelo, mas quando Tenzing pediu para devolver o favor, o neozelandês se recusou. Levaram algumas fotografias adicionais como prova, e com isso, a dupla começou lentamente a descida perigosa de volta à civilização.


05.

Hubble Ultra Deep Field

 2003
Em 2003, o telescópio Hubble apontou suas lentes para um pequeno espaço vazio no céu, criando a imagem Ultra Deep Field Hubble e dando-nos o nosso olhar mais distante do espaço profundo. Antes dos cientistas apontarem o Hubble naquele pedaço de espaço, eles esperavam muito pouco para ser encontrado lá fora. Depois que eles analisaram as imagens, perceberam que estavam errados, e que também acabavam de descobrir uma quantidade incrível de fenômenos até então desconhecidos. Com o conhecimento adquirido a partir desta imagem, foi possível observar as galáxias menos luminosas do universo, que iriam manter os cientistas ocupados por anos. Estas galáxias eram tão distantes e longe de nós que nem sabiam que existiam antes.

Esta foto pode mesmo ter ajudado a humanidade a se ver como um, além das fronteiras nacionais, raças e etnias. Ela realmente nos faz perceber o quão pequeno e frágil que nós somos. Outros veem esta imagem como o completo oposto. Aqui é o universo, em toda a sua grandeza, maravilha, e alcance inimaginável, e em meio a todo o seu vasto alcance, nos sentamos nós, simples humanos.
Como Douglas Adams disse: "O espaço é grande. Você não vai acreditar o quão, extremamente, assustadoramente grande é. Quero dizer, você pode pensar que é um longo caminho até a farmácia, mas isso é insignificante para o espaço."


04.

Vislumbrando a assinatura de Versailles

 1919
O Tratado de Versalhes foi um dos tratados de paz que fez com que a Primeira Guerra Mundial terminasse, e apesar de tratados de paz, em geral, terem uma visão positiva, este em particular foi um desastre. Amargura e vingança, em vez de lógica, definiu os termos. É colocar toda a responsabilidade da guerra contra a Alemanha, fazendo o país pagar indenizações absurdamente altas (que não iria acabar pagando até 2010 ). Isso arruinou a economia da Alemanha, fez a nação ficar muito ansiosa para recuperar a força a qualquer preço, e, finalmente, definir o cenário para a Segunda Guerra Mundial. Tanto para manter a paz.

Falhas do tratado tornou ainda mais incrível ver como as pessoas ansiosamente esperavam, particularmente para ver altos oficiais militares precariamente empoleirados em móveis para testemunhar a assinatura histórica.


03.

Protesto na Praça da Paz Celestial

 1989
Os protestos na Praça de Tiananmen em 1989, produziram sem dúvida, uma das imagens mais icônicas do século 20. Embora todo mundo já tenha visto a icônica imagem "Tank Man", esta versão nos dá uma perspectiva totalmente diferente, o que nos faz perceber algo novo. Podemos ver que o famoso manifestante anônimo está levando mantimentos ao lado esquerdo.

Do lado direito, também podemos ver os tanques que se aproximam, o que acabará criando um impasse. Enquanto tudo isso está acontecendo, civis lutam por segurança. Mas um homem, não visivelmente diferente do resto, opta por ficar parado. Isso mostra que você, eu, ou qualquer um (tão comum como nós pensamos que pode ser) pode realizar feitos extraordinários, se realmente quisermos.


02.

A pegada na lua

 1969
Em 20 de julho de 1969, a raça humana deixou pela primeira vez sua pegada fora do território terrestre. O astronauta Neil Armstrong fez história, sendo o primeiro homem a pisar na superfície lunar. O evento histórico foi transmitido para uma audiência televisiva em todo o mundo, com Armstrong murmurando as famosas palavras: "Um pequeno passo para um homem, mas um salto gigante para a humanidade."

Armstrong e colega astronauta Buzz Aldrin passaram as próximas 2hrs coletando amostras, enquanto o terceiro membro da equipe, Michael Collins, permaneceu no módulo de comando. Apollo 11, em seguida, voltou em segurança à Terra em 24 de julho de 1969. O sucesso da missão fez os EUA vencerem a corrida espacial e também cumpriu a promessa de JFK, que em 1961 afirmou que os EUA iriam colocar um homem na Lua até o final da década.
Não há vento na Lua, então não importa o que acontecer com os seres humanos neste planeta, esta pegada vai estar lá em cima por milhões de anos.


01.

O monge em chamas

 1963
Esta fotografia chocante mostra Quang Duc, um monge que foi incendiado em um movimentado cruzamento da estrada Saigon em 1963. Morreu em protesto contra a perseguição dos budistas por parte do governo sul-vietnamita. O regime tornou a vida muito difícil para os budistas, assim, os budistas decidiram que tinham uma mensagem a ser enviada.

Quang Duc surgiu de um carro do lado de fora da Embaixada do Camboja, acompanhado por outros dois monges. Ele calmamente sentou-se em uma posição tradicional de meditação, enquanto outro monge embebeu ele com gasolina da cabeça aos pés. Quang Duc nem sequer pestanejou quando o outro monge riscou o fósforo e ateou em chamas. Os transeuntes ficaram atordoados em sua maioria, mas alguns conseguiram parar e rezar com o monge queimando vivo.

Seu protesto não passou despercebido. A imagem fez manchetes em todo o mundo em poucas horas. Nas palavras do Presidente John F. Kennedy: "Não há imagem ou notícia na história que tenha gerado tanta emoção em todo o mundo como aquela. "


Fonte(s)  Listverse